Mês: Maio 2016 (Página 1 de 9)

7 truques para rebater quem tenta sabotar o Impeachmet

7 truques que a extrema-direita utilizará para tentar sabotar o impeachment. E como rebatê-los.

(Ressalto que existem neoconservadores e até intervencionistas bastante pragmáticos e capazes de dialogar, mas estou me referindo aqui à maioria deles, e não às raras e elogiáveis exceções, que não adotam os truques aqui abordados)

ATO FALHO EM MILAO ITALIA

Ato falho

SAIU NO O ANTAGONISTA

Neste domingo, a comunidade brasileira na Itália, com o apoio do Fronte Popolare, convocou um ato contra o golpe em Milão.

RETARDADOS

O SITE O BRASIL É NOSSO PERGUNTA: QUE GOLPE? ESTA NA CONSTITUIÇÃO, ESTA DENTRO DA LEI! QUE VERGONHA!! O COMUNISMO NO BRASIL SIM É GOLPE!

 

150 CIENTISTAS PEDEM PARA ADIAR AS OLIMPÍADAS POR CAUSA DO ZIKA VIRUS

https://www.facebook.com/renata.schwab/videos/1164366893593629/

A CULTURA ESTUPRADA – ATAQUE ABERTO

Não há que se falar, portanto, em “cultura do estupro” uma vez que a segunda palavra da expressão pode ser substituída por “barbárie” retirando dela todo sentido. Mais sorte, portanto, às jornalistas engajadas e às filósofas “do corpo feminino” quando importarem expressões da vida universitária americana para uso nos nossos jornais.

 

LEIA MAIS CLIQUE ABAIXO

http://ataqueaberto.blogspot.com.br/2016/05/a-cultura-estuprada.html

CONFIRMADO: RENAN FOI GRAVADO POR SÉRGIO MACHADO

CONFIRMADO: RENAN FOI GRAVADO POR SÉRGIO MACHADO

O Antagonista acaba de confirmar que serão divulgados áudios de diálogos entre Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, e Renan Calheiros, presidente do Senado.

Assim como nos áudios da conversa com Romero Jucá, é clara a estratégia de Sérgio Machado de tentar extrair “revelações” de Renan Calheiros, a fim de convencer a Justiça a aceitar um acordo de delação premiada que livre ele próprio da cadeia.

BASE AMERICANA SERA CONSTRUÍDA NA TRÍPLICE FRONTEIRA

Após a visita de Obama no mês passado,  o presidente Maurício Macri acelerou as negociações para permitir que os norte-americanos construam duas bases militares em território argentino.
Uma base americana na Argentina seria construída nas proximidades da tríplice fronteira e outra bem mais ao sul, provavelmente nas proximidades de Ushuaia.
A base na TRIPLICE FRONTEIRA, construída na província de Misiones,  daria aos norte-americanos um potencial controle sobre regiões estratégicas para vários países, incluindo-se aí o aqüífero Guarani e usina hidrelétrica de Itaipu.

ENQUANTO TEMER…

rombo-contas-publicas

 

VEJA MAIS EM http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2016/05/enquanto-o-presidente-temer-anuncia.html

Ditadura Venezuelana proíbe protestos

protesto-venezuela

 

Cada vez mais obscurantista, atrasada, retrógada e anticivilizacional, a Venezuela vive novo surto de terror causado pela aliança entre uma “corte suprema” (TSJ, ou Tribunal Superior de Justiça) aparelhado e um tirano psicopata. A corte decidiu proibir manifestações:

Em mais uma medida tomada na oficialmente ditadura socialista da Venezuela, o Tribunal Superior de Justiça (TSJ, o Supremo Tribunal daquele país) proibiu ontem (23) os protestos populares contra o Conselho Nacional Eleitoral (CNE, o TSE venezuelano), órgão que tem se recusado a aprovar o prosseguimento do processo que pede o referendo popular pela revogação do mandato de Nicolás Maduro.

 

veja mais clique aqui:

Ditadura venezuelana avança o horror e proíbe protestos

Michel Temer não terá outra alternativa senão torcer para que Romero Jucá peça para sair

Michel Temer não terá outra alternativa senão torcer para que Romero Jucá peça para sair ou, na hipótese extrema, seja saído pelo Presidento em exercício. Temer merece ser responsabilizado pelo erro inicial de nomear Jucá para o Ministério do Planejamento, mesmo sabendo que, mais cedo ou mais tarde, ele passaria de investigado a réu na Lava Jato. A divulgação da gravação de Jucá fazendo ameaças contra a temida “República de Curitiba” foi apenas mais uma gotinha no mar de merda.

O tiro de misericórdia em Jucá pode ferir mortalmente o governo provisório de Michel Temer. Junto com Henrique Meirelles, o poderoso Jucá seria o articulador, no Congresso nacional, pela aprovação de todas as medidas fiscais que poderiam viabilizar a interinidade de Temer, até a aprovação final do impeachment de Dilma Rousseff. A confusão gerada pela arrogante falastrice de Jucá cria um clima de colapso para Temer. A gravidade da situação se torna extrema porque Jucá é o Presidente do PMDB. O teto do Jaburu desabou simbolicamente.

Temer ainda pondera que é preciso dar a Jucá um direito de defesa. Impressionante é a cara de pau do ministro do Planejamento. Apesar do conteúdo do grampo que o pega detonando a Lava Jato, Romero Jucá ainda teve a coragem de repetir, hoje cedo, como se nada fosse com ele, o mesmo papo furado de sexta-feira passada: “Primeiro, eu não me sinto constrangido (em continuar no cargo de ministro), porque não estou fazendo nada errado. Quanto às investigações, estou muito tranquilo, à disposição para dar qualquer esclarecimento. Numa democracia madura, qualquer um pode ser investigado se houver alguma dúvida. Não há nenhum demérito em ser investigado, só em ser condenado”.

A petelândia está em festa… Mas será que Temer vai afundar mais depressa que a Dilma? A dúvida começa a se tornar realidade… Pobre Temer… Antes de nomear seus ministros, esqueceu de perguntar o que eles falaram de tanta merda nos telefones grampeados…

Filigranas

Os diálogos comprometedores são de ruborizar até uma república sem vergonha como a nossa:


SÉRGIO MACHADO – Mas viu, Romero, então eu acho a situação gravíssima.

ROMERO JUCÁ – Eu ontem fui muito claro. […] Eu só acho o seguinte: com Dilma não dá, com a situação que está. Não adianta esse projeto de mandar o Lula para cá ser ministro, para tocar um gabinete, isso termina por jogar no chão a expectativa da economia. Porque se o Lula entrar, ele vai falar para a CUT, para o MST, é só quem ouve ele mais, quem dá algum crédito, o resto ninguém dá mais credito a ele para porra nenhuma. Concorda comigo? O Lula vai reunir ali com os setores empresariais?

MACHADO – Agora, ele acordou a militância do PT.

JUCÁ – Sim.

MACHADO – Aquele pessoal que resistiu acordou e vai dar merda.

JUCÁ – Eu acho que…

MACHADO – Tem que ter um impeachment.

JUCÁ – Tem que ter impeachment. Não tem saída.

MACHADO – E quem segurar, segura.

JUCÁ – Foi boa a conversa mas vamos ter outras pela frente.

MACHADO – Acontece o seguinte, objetivamente falando, com o negócio que o Supremo fez [autorizou prisões logo após decisões de segunda instância], vai todo mundo delatar.

JUCÁ – Exatamente, e vai sobrar muito. O Marcelo e a Odebrecht vão fazer.

MACHADO – Odebrecht vai fazer.

JUCÁ – Seletiva, mas vai fazer.

MACHADO – Queiroz [Galvão] não sei se vai fazer ou não. A Camargo [Corrêa] vai fazer ou não. Eu estou muito preocupado porque eu acho que… O Janot [procurador-geral da República] está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho.

[…]

JUCÁ – Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. […] Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra… Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria.

[…]

MACHADO – Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel [Temer].

JUCÁ – Só o Renan [Calheiros] que está contra essa porra. ‘Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha’. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, porra.

MACHADO – É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.

JUCÁ – Com o Supremo, com tudo.

MACHADO – Com tudo, aí parava tudo.

JUCÁ – É. Delimitava onde está, pronto.
[…]

MACHADO – O Renan [Calheiros] é totalmente ‘voador’. Ele ainda não compreendeu que a saída dele é o Michel e o Eduardo. Na hora que cassar o Eduardo, que ele tem ódio, o próximo alvo, principal, é ele. Então quanto mais vida, sobrevida, tiver o Eduardo, melhor pra ele. Ele não compreendeu isso não.

JUCÁ – Tem que ser um boi de piranha, pegar um cara, e a gente passar e resolver, chegar do outro lado da margem.

*

MACHADO – A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado…

JUCÁ – Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com…

MACHADO – Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já.

JUCÁ – Caiu. Todos eles. Aloysio [Nunes, senador], [o hoje ministro José] Serra, Aécio [Neves, senador].

MACHADO – Caiu a ficha. Tasso [Jereissati] também caiu?

JUCÁ – Também. Todo mundo na bandeja para ser comido.

[…]

MACHADO – O primeiro a ser comido vai ser o Aécio.

JUCÁ – Todos, porra. E vão pegando e vão…

MACHADO – [Sussurrando] O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? [Mudando de assunto] Amigo, eu preciso da sua inteligência.

JUCÁ – Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar.

MACHADO – Porque se a gente não tiver saída… Porque não tem muito tempo.

JUCÁ – Não, o tempo é emergencial.

MACHADO – É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês.

JUCÁ – Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? […] Eu acho que você deve procurar o [ex-senador do PMDB José] Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar.

MACHADO – Acha que não pode ter reunião a três?

JUCÁ – Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é… Depois a gente conversa os três sem você.

MACHADO – Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande.

*

MACHADO – É aquilo que você diz, o Aécio não ganha porra nenhuma…

JUCÁ – Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não.

MACHADO – O Aécio, rapaz… O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…

JUCÁ – É, a gente viveu tudo.

*

JUCÁ – [Em voz baixa] Conversei ontem com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem ‘ó, só tem condições de [inaudível] sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa, os caras querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca’. Entendeu? Então… Estou conversando com os generais, comandantes militares. Está tudo tranquilo, os caras dizem que vão garantir. Estão monitorando o MST, não sei o quê, para não perturbar.

MACHADO – Eu acho o seguinte, a saída [para Dilma] é ou licença ou renúncia. A licença é mais suave. O Michel forma um governo de união nacional, faz um grande acordo, protege o Lula, protege todo mundo. Esse país volta à calma, ninguém aguenta mais. Essa cagada desses procuradores de São Paulo ajudou muito. [referência possível ao pedido de prisão de Lula pelo Ministério Público de SP e à condução coercitiva ele para depor no caso da Lava jato]

JUCÁ – Os caras fizeram para poder inviabilizar ele de ir para um ministério. Agora vira obstrução da Justiça, não está deixando o cara, entendeu? Foi um ato violento…

MACHADO –…E burro […] Tem que ter uma paz, um…

JUCÁ – Eu acho que tem que ter um pacto.

[…]

MACHADO – Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém.

JUCÁ – Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara… Burocrata da… Ex-ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].

Releia a primeira edição desta segunda-feira: Militares exigem Justiça

Jucá perdido

OEA ESPERA POSIÇÃO DE SERRA SOBRE VENEZUELA PARA BARRAR O HORROR

Preste atenção, Sr. José Serra: como vimos agora à pouco, o governo do tirano psicopata Nicolas Maduro está pronto para começar a assassinar venezuelanos. Enquanto isso, a OEA está aguardando uma posição do Brasil para agir contra a ditadura venezuelana. Então, Serra, o papo é reto: quando os corpos de venezuelanos começarem a ser enfileirados, a omissão terá um preço. Não estou sugerindo invasão ou qualquer coisa do tipo, mas sim um posicionamento junto à OEA.

VEJA MAIS CLIQUE …

OEA espera posição de Serra sobre a Venezuela para barrar o horror

Página 1 de 9

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén